Há poucos dias atrás, em São Paulo, oito jovens torturaram, lincharam, esfaquearam e mataram um humilde garçom que acabara de sair do local de trabalho; no sábado, no Rio de Janeiro, Barra da Tijuca, bairro de classe média alta, cinco jovens espancaram cruelmente uma empregada doméstica que aguardava o ônibus para se deslocar para seu local de trabalho.

 

 

Texto completo
 

Na semana passada, um jovem, aproveitando a distração de sua professora, por trás, ateou fogo aos cabelos da inocente professora. Em todos os casos, os jovens pertencem a famílias de classe média. E, também, na semana passada um jovem, socou um aposentado após este tentar impedir que esse jovem furasse a fila de um banco. O aposentado faleceu.

É claro que, prontamente, as famílias dos agressores acionaram um enorme contingente de advogados que, certamente, vão desqualificar os crimes e os mesmos irão, no máximo, responder,em liberdade. No caso do aluno agressor, a diretora já o perdoou, criando um forte constrangimento em todos da Escola. 

A culpa não é só da Família. Às vezes, os pais não sabem que tais crimes são planejados via Internet ou estimulados por maus exemplos das telenovelas ou filmes e outras programações que assistimos diariamente. Há necessidade de que a Polícia investigue estes casos a fundo e adote mecanismos de prevenção, pois tais massacres ocorrem, quase sempre, em pontos conhecidos e em horários que se repetem. 

A Mídia deve fazer autocrítica e avaliar seus programas.

A Sociedade deve reclamar e exigir a alteração no Código Penal, a fim de que as penas sejam mais rigorosas. 

O Congresso Nacional deve ser pressionado a criar leis compatíveis com a realidade atual da criminalidade. 

Mas, principalmente, Ex-Ministro José Dirceu e sua imensa gangue de Ministros e Deputados do “Mensalão”, Deputados “Sanguessugas”, Senador Renam Calheiros, Senador Joaquim Roriz, ... dentre inúmeros outros que não lembramos mais, como Juiz “Lallau”, Sérgio Naia, Ex-Senador Luiz Estevão... têm que ser punidos!!!!!!!!! Punidos de verdade!!!! 

Caso contrário, a IMPUNIDADE continuará a servir de estímulo, alimentando a ação destes facínoras. 

Célio Lupparelli
Professor, Médico, Pedagogo, Administrador, Supervisor Escolar
Atualmente Vereador da Cidade do Rio de Janeiro
Movimento Corrupção Zero - www.mczero.org

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar