Jornal da cidade online.com.br - 14/02/2019 
O posicionamento de Felipe Santa Cruz, atual presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, de absoluto confronto ao governo de Jair Bolsonaro, tem uma motivação bem clara. É estritamente pessoal.Duro na argumentação, o atual Presidente da República, ainda quando deputado, revelou a verdade sobre o passado de Fernando Santa Cruz, pai de Felipe.


Desaparecido em 1974, Fernando Santa Cruz, tido como desaparecido político, nunca foi um democrata, nunca lutou por democracia. Sua luta era outra, bem diferente...

E Bolsonaro fez a revelação. O pai do atual presidente da OAB fazia parte de um grupo denominado Ação Popular Marxista-Leninista. Um grupo violento, que matava e sequestrava em nome de um maldito ideal. Eles pretendiam impor ao Brasil o comunismo, através da luta armada.

Adicionar comentário