GRITO  REPRIMIDO
Carlos Augusto dos Santos - General Reformado - POA /RS 17/10/2018
               Carlos Augusto Fernandes dos Santos- General Reformado-POA/RS- 17/10/2018
Eles não sabem do que somos capazes de fazer”.
Lula  , em 25/07/2014 .
Há quase  vinte anos, milhões de brasileiros  que  nunca  se enganaram com as promessas  mentirosas do condenado de Curitiba , de vender pedaços do paraíso, aqui na terra, em sucessivas eleições presidenciais tiveram que optar por alternativas cuja “ pelagem enganadora” não diferia muito da do “encantador de jararacas peçonhentas”.
Somente agora, como em qualquer país civilizado, o PT que lidera a corrente  de esquerda - que engloba a maioria dos simpatizantes dos regimes Cubano e Venezuelano e que  adota a velha tática  das “frentes democráticas” (?) , reunindo pequenos partidos , todos puxadinhos da ideologia  Marxista-Leninista -  enfrenta um Candidato que realmente é de OPOSIÇÃO.

JAIR BOLSONARO percebeu, com inusitada sensibilidade política ,  que faltava no BRASIL aparecer um oponente ao “statu quo vigente  do toma-lá-dá-cá ” que vigorou depois do período de governos chefiados  por presidentes  militares. A maioria do povo, durante todo esse tempo, não se sentia representada pelos políticos desprezíveis eleitos em sucessivos pleitos ;  verdadeiras raposas que, com práticas ultrapassadas e por meios ilícitos ( dinheiro sujo e mal havido),  conseguiram  continuar desfrutando de  sinecuras e prebendas governamentais.

O atentado que sofreu  BOLSONARO, com certeza, não será  o último de tantos , cometidos por fanáticos do credo marxista , desejosos de implantar no Brasil a ultrapassada e anacrônica  “DITADURA DO PROLETARIADO”, desde o remoto atentado do Aeroporto de GUARARAPES, em Recife, no distante ano de 1966. Continuam seguindo o velho catecismo e idolatrando os ditadores de Cuba, Nicarágua e da Venezuela.  

Vale recordar os principais e trágicos crimes cometidos por esses  “democratas”, todos alinhados e adeptos do prisioneiro de Curitiba e  que durante anos governaram o país  deixando-o nessa lastimável situação:  a morte do jovem soldado MÁRIO KOZEL FILHO, em junho de 1968, sentinela do QG/II Exército, em São Paulo; o assassinato, a sangue frio, do Capitão Americano CHARLES CHANDLER, em São Paulo , em outubro de 1968,  na frente de sua esposa e de um filho menor; o cruel assassinato do Tenente da Polícia Militar de São Paulo,  ALBERTO MENDES JUNIOR , no Vale da Ribeira, que teve a cabeça esmigalhada pelo grupo de CARLOS LAMARCA que conseguiu fugir da área onde treinava seu grupo guerrilheiro.

“ Matam , como vemos,  sem dó nem piedade”, quem ousa enfrenta-los. As “permanentes torturas” em que vivem os familiares desses “ heróis anônimos e sem altar “ nunca são lembradas pela nossa “ atenta e imparcial imprensa ” e nos programas políticos de HADAD. Querem passar a ideia que há “diversos tons de tortura”.

Para os leitores desatentos e que ainda se iludem com o discurso que pede a união dos  DEMOCRATAS , sugiro que vejam as imagens   diárias da propaganda  do candidato e “poste” petista, escolhido a dedo por LULA para dar continuidade ao desastre dos últimos quatro períodos governamentais em que o PT e a  sofisticada quadrilha esteve à frente do país.

Chegou a hora de dar um basta a tanto  cinismo e   roubalheira. Não se omita . Faltam apenas duas semanas para que os verdadeiros democratas possam gritar a plenos pulmões:

“Brasil acima de tudo e Deus acima de todos “  

          

 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar