Para quem ainda tenha dúvidas sobre a ideologia socialista da cúpula do PSDB.
São fabianistas, portanto, socialistas
Rocha Paiva
Em Sábado, 11 de Março de 2017 
Cesar Leal escreveu:
O PSDB é de direita? É de esquerda? O que é?
Para responder a essas perguntas, seguem alguns dados.
Em 2003, ocorreu o XXII Congresso da Internacional Socialista. Nesse congresso os representantes do Brasil entre partidos de esquerda de mais de 100 países foram o PDT, o PPS e o PTO PSDB tentou participar do evento, mas foi barrado pelo PDT de Leonel Brizola. Por isso, o presidente do tucanato , à época, emitiu a nota à imprensa a seguir. Da leitura, fica clara a resposta.
.Paulo Cesar Leal
Notas Oficiais - Página oficial do PSDB - ano de 2003
Congresso da Internacional Socialista
Nota à Imprensa
Só a ignorância pode explicar – sem, no entanto, justificar — o sectarismo presente à organização do XXII Congresso da Internacional Socialista, que acontece em São Paulo na próxima semana. O encontro deixou de lado forças representativas do campo progressista brasileiro, em especial o PSDB, numa demonstração de manipulação partidária, oficialismo e desconhecimento de nossa realidade política que é de causar vergonha aos que, ao longo da história, empunharam as bandeiras nobres da Internacional Socialista.
A clara perda de representatividade para o evento no plano nacional é resultado direto da simbiose entre um partido que não se cansa de mostrar tentações totalitárias [PT] e uma Internacional Socialista cujo comando se mostra, no mínimo, manipulável.
Estamos falando do PT, legenda de traço conservador indisfarçável [para o PSDB, o PT era (é?) conservador], patente nas alianças que mantém com as piores oligarquias, no uso do marketing mais populista, no desprezo por conquistas sociais como o reforço das verbas para a saúde pública, no desrespeito a princípios básicos de proteção ao meio ambiente, na burla à ética pessoal mais óbvia que se exige do administrador público, no aparelhamento desenfreado da máquina estatal. Nada disso, nem a oportunista declaração do presidente Lula de que nunca foi de esquerda, impediu o PT de ser elevado à condição de anfitrião do congresso de São Paulo.
Com a agravante de que o ideologicamente vacilante Partido dos Trabalhadores é apenas observador na Internacional Socialista e assim irá se manter. Ao PDT, membro efetivo da organização, não foi dada a condição de atuar como anfitrião. É bom lembrar: o PDT hoje está longe do poder central.
Que interesses fizeram com que a organização do congresso, capitaneada pelo secretário-geral Luis Ayala, se permitisse envolver pelo canto de sereia do PT-governo? Chileno, Ayala deve ter conhecimento sobre os tantos quadros progressistas brasileiros — boa parte hoje do PSDB, mas também em outros partidos – que respaldaram e apoiaram seu povo contra a tirania de direita que assolou seu país. Procurando boa-fé, acreditemos que o viés sectário e chapa-branca do encontro de São Paulo é resultado de mera ignorância sobre o contexto político brasileiro ou fruto de incapacidade de fazer julgamentos ideológicos minimamente consistentes.
O fato é que, depois do ocorrido, expressões como representatividade, justiça, igualdade e, sobretudo, democracia, terão um pouco menos de significado cada vez que forem pronunciadas neste Congresso da Internacional Socialista.
José Aníbal - Presidente nacional do PSDB
 
PSDB. Disponível em <http://www.psdb.org.br/acompanhe/notas-oficiais/congresso-da-internacional-socialista/>. Acesso em 11 MAR 17.
Congresso da Internacional Socialista
www.psdb.org.br
Nota à Imprensa Só a ignorância pode explicar – sem, no entanto, justificar — o sectarismo presente à organização do XXII Congresso da Internacional Socialista, que acontece em São Paulo na próxima semana. O encontro deixou de lado forças representativas do campo progressista brasileiro, em especial o PSDB, numa demonstração de manipulação partidária, oficialismo e … Continued
 
Outra fonte: http://www.oretrogrado.com.br/2017/02/07/7-razoes-para-voce-entender-por-que-o-psdb-nao-e-um-partido-de-direita/ 
  7 razões para você entender por que o PSDB não é um partido de direita
www.oretrogrPara quem ainda tenha dúvidas sobre a ideologia socialista da cúpula do PSDB.
 
São fabianistas, portanto, socialistas.
 
Rocha Paiva
 
Em Sábado, 11 de Março de 2017 16:42, Paulo Cesar Leal escreveu:
 
O PSDB é de direita? É de esquerda? O que é?
 
Para responder a essas perguntas, seguem alguns dados.
 
Em 2003, ocorreu o XXII Congresso da Internacional Socialista. Nesse congresso os representantes do Brasil entre partidos de esquerda de mais de 100 países foram o PDT, o PPS e o PT.
 
O PSDB tentou participar do evento, mas foi barrado pelo PDT de Leonel Brizola. Por isso, o presidente do tucanato , à época, emitiu a nota à imprensa a seguir. Da leitura, fica clara a resposta.
 
Paulo Cesar Leal
 
 
Notas Oficiais - Página oficial do PSDB - ano de 2003
 
Congresso da Internacional Socialista
 
Nota à Imprensa
Só a ignorância pode explicar – sem, no entanto, justificar — o sectarismo presente à organização do XXII Congresso da Internacional Socialista, que acontece em São Paulo na próxima semana. O encontro deixou de lado forças representativas do campo progressista brasileiro, em especial o PSDB, numa demonstração de manipulação partidária, oficialismo e desconhecimento de nossa realidade política que é de causar vergonha aos que, ao longo da história, empunharam as bandeiras nobres da Internacional Socialista.
A clara perda de representatividade para o evento no plano nacional é resultado direto da simbiose entre um partido que não se cansa de mostrar tentações totalitárias [PT] e uma Internacional Socialista cujo comando se mostra, no mínimo, manipulável.
Estamos falando do PT, legenda de traço conservador indisfarçável [para o PSDB, o PT era (é?) conservador], patente nas alianças que mantém com as piores oligarquias, no uso do marketing mais populista, no desprezo por conquistas sociais como o reforço das verbas para a saúde pública, no desrespeito a princípios básicos de proteção ao meio ambiente, na burla à ética pessoal mais óbvia que se exige do administrador público, no aparelhamento desenfreado da máquina estatal. Nada disso, nem a oportunista declaração do presidente Lula de que nunca foi de esquerda, impediu o PT de ser elevado à condição de anfitrião do congresso de São Paulo.
Com a agravante de que o ideologicamente vacilante Partido dos Trabalhadores é apenas observador na Internacional Socialista e assim irá se manter. Ao PDT, membro efetivo da organização, não foi dada a condição de atuar como anfitrião. É bom lembrar: o PDT hoje está longe do poder central.
Que interesses fizeram com que a organização do congresso, capitaneada pelo secretário-geral Luis Ayala, se permitisse envolver pelo canto de sereia do PT-governo? Chileno, Ayala deve ter conhecimento sobre os tantos quadros progressistas brasileiros — boa parte hoje do PSDB, mas também em outros partidos – que respaldaram e apoiaram seu povo contra a tirania de direita que assolou seu país. Procurando boa-fé, acreditemos que o viés sectário e chapa-branca do encontro de São Paulo é resultado de mera ignorância sobre o contexto político brasileiro ou fruto de incapacidade de fazer julgamentos ideológicos minimamente consistentes.
O fato é que, depois do ocorrido, expressões como representatividade, justiça, igualdade e, sobretudo, democracia, terão um pouco menos de significado cada vez que forem pronunciadas neste Congresso da Internacional Socialista.
José Aníbal - Presidente nacional do PSDB
 
PSDB. Disponível em <http://www.psdb.org.br/acompanhe/notas-oficiais/congresso-da-internacional-socialista/>. Acesso em 11 MAR 17.
Congresso da Internacional Socialista
www.psdb.org.br
Nota à Imprensa Só a ignorância pode explicar – sem, no entanto, justificar — o sectarismo presente à organização do XXII Congresso da Internacional Socialista, que acontece em São Paulo na próxima semana. O encontro deixou de lado forças representativas do campo progressista brasileiro, em especial o PSDB, numa demonstração de manipulação partidária, oficialismo e … Continued
 
Outra fonte: http://www.oretrogrado.com.br/2017/02/07/7-razoes-para-voce-entender-por-que-o-psdb-nao-e-um-partido-de-direita/ 
  7 razões para você entender por que o PSDB não é um partido de direita
www.oretrogrado.com.br
O site spotniks.com elaborou uma lista com 7 razões para nós entendermos o porque do PSDB não ser um partido de direita. Segue: Há algumas semanas, publiquei por aqui a matéria 10 coisas que você não sabia sobre a relação entre o PT e o PSDB. Foi um sucesso. Até o momento em que publico esse texto,
 
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar