29/03 - Feitos do governo militar

 Pela editoria do site www.averdadesufocada.com

  
  Presidente Humberto Castello Branco
         15/04/1964 a 15/03/1967
Está mais do que confirmado, inclusive por alguns participantes da luta armada, que a verdadeira intenção dos "resistentes", como alguns se intitulam, não era, apenas, derrubar o regime militar e sim implantar uma ditadura marxista-lenista. Se os militares não tivessem desfechado a Contra-Revolução em 1964,  uma  ditadura comunista estaria implantada no Brasil e estaríamos, até hoje, subjugados a um modelo ditatorial comunista, semelhante ao cubano, ou, no mínimo, estaríamos como a Colômbia, lutando, há mais de 40 anos,  contra uma guerrilha semelhante a que é mantida pelas Farc. Essa verdade não é revelada...

 Nega-se também que  a base do desenvolvimento do  país,  a infra-estrutura de hoje, foi criada e implantada durante o regime militar. 
Aproveitando o 46º aniversário da Contra -Revolução vamos relembrar algumas realizações do governo militar:
- Restabelecimento da autoridade por 21 anos;
- Criação de 13 milhões de empregos;
- A Petrobrás aumentou a produção de 75 mil para 750 mil
 
       Presidente  Arthur da Costa e Silva
           15/03/1967 a 31/08/1969
barris/dia de petróleo;
- Estruturação das grandes construtoras nacionais;
- Crescimento do PIB de 14%;
- Construção de 4 portos e recuperação de outros 20;
- Criação da Eletrobrás;
- Implantação do Programa Nuclear;
- Criação da Nuclebrás e subsidiárias;
- Criação da Embratel e Telebrás (antes, não havia 'orelhões' nas ruas nem se falava por telefone entre os Estados);
- Construção das Usinas Angra I e Angra II;
- Desenvolvimento das Industrias Aeronáutica e Naval (em 1971 o Brasil foi o 2º maior construtor de navios do mundo);
- Implantação do Pró-álcool em 1976 (em 1982, 95% dos carros no país rodavam a álcool);
- Construção das maiores hidrelétricas do MUNDO: Tucuruí, Ilha Solteira, Jupiá e Itaipú;
- Brutal incremento das exportações, que cresceram de 1,5 bilhões de dólares para 37 bilhões; o país ficou menos   dependente do café, cujo valor das exportações passou de mais de 60% para menos de 20% do total;
- Rede de rodovias asfaltadas, que passou de 3 mil para 45 mil km;
- Redução da inflação galopante com a criação da Correção Monetária, sem controle de preços e sem massacre do funcionalismo público;
- Fomento e financimento de pesquisa: CNPq, FINEP e CAPES;
  
 Presidente Emílio Garrastazu Médici
       30/10/1969 a 15/04/1974
- Aumento dos cursos de mestrado e doutorado;
- INPS, IAPAS, DATAPREV, LBA, FUNABEM;
- Criação do FUNRURAL - a previdência para os cidadãos do campo;
- Programa de merenda escolar e alimentação do trabalhador;
- Criação do FGTS, PIS, PASEP; (**)
- Criação da EMBRAPA (70 milhões de toneladas de grãos); (**)
- Duplicação da rodovia Rio-Juiz de Fora;
- Criação da EBTU;
- Implementação do Metrô em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Fortaleza;
- Criação da INFRAERO, proporcionando a criação e modernização dos aeroportos brasileiros (Galeão, Guarulhos, Brasília, Confins, Campinas - Viracopos, Salvador, Manaus);
- Implementação dos Pólos Petroquímicos em São Paulo (Cubatão) e na Bahia (Camaçari);
- Investimentos na prospecção de petróleo no fundo do mar que redundaram na descoberta da bacia de Campos em 1976;
- Construção do Porto de Itaquí e do terminal de minério da Ponta da Madeira, na Ilha de S. Luís, no Maranhão;
- Construção dos maiores estádios, ginásios, conjuntos aquáticos e complexos desportivos em diversas cidades e universidades do país;
  

              Presidente Ernesto Geisel
              15/03/1974 a 15/03/1979


- Promulgação do 'Estatuto da Terra', com o início da Reforma Agrária pacífica;
- Polícia Federal;
- Código Tributário Nacional;
- Código de Mineração;
- Implantação e desenvolvimento da Zona Franca de Manaus;
- IBDF - Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal;
- Conselho Nacional de Poluição Ambiental;
- Reforma do TCU;
- Estatuto do Magistério Superior;
- INDA - Instituto de Desenvolvimento Agrário;
- Criação do Banco Central (DEZ 64);
- SFH - Sistema Financeiro de Habitação;
- BNH - Banco Nacional de Habitação; (***)
- Construção de 4 milhões de moradias;
- Regulamentação do 13º salário;
- Banco da Amazônia;
- SUDAM;
- Reforma Administrativa, Agrária, Bancária, Eleitoral, Habitacional, Política e Universitária;
- Ferrovia da soja;
- Rede Ferroviária ampliada de 3 mil e remodelada para 11 mil Km;
  
 Pres João Baptista de Oliveira
 Figueiredo -
15/03/1979 a 15/03/1985
- Frota mercante de 1 para 4 milhões de TDW;
- Corredores de exportações de Vitória, Santos, Paranaguá e Rio Grande;
- Matrículas do ensino superior de 100 mil em 1964 para 1,3 milhões em 1981;
- Mais de 10 milhões de estudantes nas escolas (que eram realmente escolas);
- Estabelecimentos de assistência médico sanitária de 6 para 28 mil;
- Crédito Educativo;
- Projeto RONDON;
- MOBRAL;
- Abertura da Transamazônica com instalação de agrovilas;
- Asfaltamento da rodovia Belém-Brasília;
- Construção da usina hidrelétrica de Boa Esperança, no Rio Parnaíba;
- Construção da Ferrovia do Aço (de Belo Horizonte a Volta Redonda);
- Construção da Ponte Rio-Niterói;
- Construção da rodovia Rio-Santos (BR 101); e
Compartilhe
 

Comentários   

 
+1 #19 Osvaldo d-m-Y H:i
Ah, que saudade daquela época . Servi o Exército em 1967 e nunca vi nada la dentro que desabonasse os militares Quem era honesto nunca foi perseguido. agora quanto aos ladrões , corruptos, assassinos , assaltantes e demais delinquentes, estes eram presos mesmos.EU ERA FELIZ E NÃO SABIA
Citar
 
 
+8 #18 Manoel d-m-Y H:i
Será que aquele tempo bom não volta mais. E a Educação Moral e Cívica que ajudava a criar cidadãos?
Citar
 
 
+9 #17 Roberto soares d-m-Y H:i
Quem tem dignidade nao teme autoridade.
Hoje se perderam os valores, uma lastima.
Confundem Liberdade com libertinagem.

Hip, hip...
Citar
 
 
+9 #16 Fred Baskerville d-m-Y H:i
O mais engraçado é que a grande maioria de quem critica a Ditadura são pessoas que nem pensavam em nascer na época.
Citar
 
 
+17 #15 Assad d-m-Y H:i
Quem Não viveu a época,Não pode Julgar o que Não viu, Eramos Muito Felizes com os Militares, Fomos Protegidos dessa Corja que desgoverna e Rouba avassaladoramen te nosso País, Militares Voltem e reassumam a Direção do Nosso País, nos dê Esperança!
Citar
 
 
+9 #14 Assad d-m-Y H:i
Quem Não Viveu a época Não pode Julgar o que Não viu, Fomos Felizes Protegidos dessa Corja que hoje desgoverna e Rouba avassaladoramen te o Brasil, O Brasil é Verdade e Amarelo Não Vermelho, Militares Volte e reassumam a Direção do Nosso País, nos dê Esperança!
Citar
 
 
+23 #13 Biagione Rangel d-m-Y H:i
:lol: O Brasil está necessitando de novos comandantes militares, como os ilustres presidentes, para restabelecer a ordem e autoridade novamente, pois estão, agora por outros meios (usando a facilidades democráticas)pa ra tentarem implantar a mesma ditadura marxista-lenist a, desejada nos anos 60 fico triste e a ou mesmo tempo temeroso pelo futuro do Brasil, pois estão levando para uma conflagração nacional, acelerada agora com a vinda de doutrinadores cubanos, travestidos de médico, do famigerado programa MAIS MÉDICOS.
Citar
 
 
-28 #12 Manuela d-m-Y H:i
Não podemos comparar os tempos antigos, os anos 70 e 80, com os tempos modernos. Os tempos eram outros, não havia tanta droga, tanta corrupção!
Citar
 
 
+17 #11 Geraldo Menegucci d-m-Y H:i
Parabens isso deveria constar em rede de TV, como programa de atitudes que foram tomadas, pelos militares, que esse bando de ladrões do governo atual não tiveram coragem de fazer, para o Brasil.eles só roubaram não criaram nada.
Geraldo Menegucci
Citar
 
 
+15 #10 Gilberto Vieira d-m-Y H:i
Posso não concordar com o rumo que a revolução tomou, mas que foi necessária a intervenção não tenho dúvidas. Pena que acabou de forma tão melancólica o que deu ensejo a que tomassem o poder sem contestação e aí começaram os desmandos que até hoje estão num caminho que me parece o que os da esquerda pretendiam antes de 1964.
Citar
 

Adicionar comentário


Cdigo de segurana
Atualizar