A Verdade Sufocada, o Livro Imprimir E-mail
Notícias - Vale a pena ler de novo

1 - averdadesufocada @ terra.com.br ou telefone (61) 3468-6576
2 - LivrariaBrasil.Net
3 - Permanencia.org.br
4 - Livraria Cultura (Brasília, SP, Porto Alegre, Salvador, RJ e Recife)

 
ALERTA A NAÇÃO ! ASSINE ! Imprimir E-mail
Notícias - Doutrinação

O manifesto “ALERTA À NAÇÃO”, por decisão do seu responsável, encerrou o recebimento de apoios, tão logo foi considerado ter cumprido, com sucesso, a sua finalidade. Entretanto,  não cessaram, até hoje, de forma contínua, os envios de apoios, quer de militares quer de civis.
Atualmente, em face do incremento da gravidade da situação de descalabro político e moral que permeia os poderes da República e da respectiva insatisfação e reação crescente de grande parcela da sociedade mais esclarecida,o volume de apoio ao manifesto vem aumentando significativamente.Assim para dar uma resposta a essas vozes, que exigem o fim de tais descalabros, resolvemos reativar o grito de "Alerta À Nação", recebendo e publicando no site www.averdadesufocada.com os apoios recebidos.Se o desejar assine nos comentários ou mande seu nome para o e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.  .

ELES QUE VENHAM.POR AQUI NÂO PASSARÂO! 

Atenciosamente
A editoria do site

 

 
MANIFESTO (Atualizado em 09/06/2012 21:59hs) Imprimir E-mail
Notícias - Forças Armadas
 
02/09/14 - RUBENS PAIVA : AÇÃO TRANCADA Imprimir E-mail
Notícias - Luta armada

Rubens Paiva - Ação Trancada
Evandro Éboli - O Globo – 02 /09/2014

Liminar concedida pelo Desembargador  Messod Azulay Neto, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, na última sexta-feira, suspendeu a ação movida pelo Ministério Público Federal contra os cinco militares acusados do homicídio e ocultação de cadáver do ex-deputado Rubens Paiva, em janeiro de 1971.

A decisão, que acolheu um pedido de habeas corpus impetrado pelos advogados dos acusados, saiu a poucos dias do começo da instrução do processo.
 
De acordo com a liminar, a ação ficará trancada até que o pedido, dos advogados Rodrigo Roca e Luciana Pires, seja apreciado pelo colegiado da 2ª Turma Especializada.

Na liminar, Azulay alega que o Supremo Tribunal Federal, no julgamento da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF 153) rejeitou o pedido da Ordem dos Advogados do Brasil pela revisão da Lei  nª 6.683/79 – Lei de Anistia, “reconhecendo seu caráter  bilateral”.

 
02/09/14 - O furacão Marina... Imprimir E-mail
Notícias - Eleições

 
02/09/14 - O que há de verdadeiro em Marina? Imprimir E-mail
Notícias - Eleições


 Dúvidas sobre a democracia de Marina Silva
Ao contrário das propostas no campo econômico, as ideias da candidata sobre a política são vagas e permitem interpretações preocupantes
por O Globo - 02/09/2014 
  Pelas próprias características do tema, propostas econômicas tendem a ser mais objetivas. A candidata Marina Silva (PSB) não poderia ser mais clara em pontos básicos de seu programa de governo, neste campo: restaurará o chamado “tripé” — metas de inflação, responsabilidade fiscal e câmbio flutuante —, para estabilizar a economia; formalizará a autonomia operacional do Banco Central, com mandato fixo para diretores; metas fiscais para a União e instituição do Conselho de Responsabilidade Fiscal para auditá-las, entre outros itens.Já no campo político, o texto do programa de Marina não tem a mesma objetividade, é perigosamente vago. Admita-se que também o tema contribui para algum devaneio. Mas não necessariamente.

 
02/09/14 - A que ponto chegamos? Imprimir E-mail
Notícias - Forças Armadas


Carta de entidades de perseguidos políticos pedem demissão do comandante do Exército
Em nota, grupos dizem que general Enzo Peri ‘zomba’ do povo brasileiro

por Evandro Éboli - O Globo - 02/09/2014 

  BRASÍLIA - Uma nota endereçada à presidente Dilma Rousseff, assinada por 21 entidades de direitos humanos e 105 ex-perseguidos políticos e parentes de vítimas da ditadura, pede à demissão do comandante do Exército, general Enzo Peri. O texto teve como motivação a revelação, feita pelo GLOBO, de que Peri enviou comunicado a todas unidades militares na qual determina que todo e qualquer documento envolvendo informações sobre atos do regime militar deveria ser submetido ao seu gabinete. Para os autores, o militar “zombou” dos brasileiros ao tomar a iniciativa.

 
02/09/14 - Pior agosto desde 2001 Imprimir E-mail
Notícias - Política interna

Balança comercial tem pior superávit para agosto desde 2001
Saldo ficou positivo em US$ 1,168 bilhão e acumula R$ 249 milhões no ano
por Eliane Oliveira - O Globo -   02/09/2014   
 Porto de Santos, no litoral paulista: o maior da América Latina - Andrew Harrer / BloombergBRASÍLIA — Com exportações de US$ 20,465 bilhões e importações de US$ 19,287 bilhões, a balança comercial de agosto registrou um superávit de US$ 1,168 bilhão. O resultado permitiu que a situação deficitária do comércio exterior brasileiro fosse revertida em um saldo positivo acumulado no ano de US$ 249 milhões. Foi o pior resultado para o mês de agosto desde 2001, quando o superávit registrado foi de U$$ 634 milhões.No mês, as exportações registraram crescimento de 0,1% em relação a agosto de 2013 e uma queda de 2,6% ante julho deste ano. As importações aumentaram 0,1% frente ao mesmo mês de 2013 e redução de 1,5% sobre julho de 2014.

 
02/09/14 - Lobão: Antes de votar na Marina pense duas vezes Imprimir E-mail
Notícias - Eleições

 
02/09/14 - Veja antes das eleições Imprimir E-mail
Notícias - Vale a pena ler de novo

Antes de votar vale a pena ver de novo o que o Dr Ives Gandra fala sobre o PNDH3

 
01/09/14 - Compare Imprimir E-mail
Notícias - Política interna

 
01/09/14 - A precarização salarial das Forças Armadas brasileiras Imprimir E-mail
Notícias - Forças Armadas


De todas as instituições imbuídas constitucionalmente de garantir a paz social e a segurança pública, as Forças Armadas são as mais defasadas, seja em termos de progressão na carreira, seja na questão de moradia ou em questões salariais.

Jefferson Gomes Nogueira*

É recorrente o envio de tropas do Exército, da Marinha e da Aeronáutica em apoio aos estados brasileiros para as mais diversas demandas. Depois da atuação das Forças Armadas antes, durante e depois da fatídica Copa das Copas, em que centenas de militares ficaram meses longe de seus familiares para garantir o sucesso daquele evento, necessário se faz colocar na agenda dos presidenciáveis a questão da defasagem salarial que vitima essa categoria social há anos.

Numa comparação rápida no portal da transparência do governo federal pode-se constatar a disparidade salarial existente entre o Ministério da Defesa e outros órgãos de segurança pública do País, sejam eles estaduais ou federais.

 
01/09/14 - MARINA: A MARIONETE DA VEZ Imprimir E-mail
Notícias - Eleições

Sérgio Alves de Oliveira

Tenho acompanhado com vivo interesse  no “Alerta Total” a insistente suposição de que as eleições que se avizinham estariam sendo manipuladas,fraudulentamente,tanto  nas pesquisas,quanto na futura apuração eletrônica das urnas. Assim os “resultados” da apuração não trariam nenhuma surpresa em  relação às pesquisas. Seria só “empossar”o vencedor.Com naturalidade.

O “ajuste” entre as pesquisas e o resultado das eleições já viria “amaciado”,ou seja,em índices menores do que deveriam ser originalmente,em vista da “migração” de eleitores INDUZIDOS por essas pesquisas para a chapa “vencedora”. Essa tendência,na verdade covarde,é da natureza humana dos fracos. Sempre é mais cômodo e seguro ficar ao lado do “vencedor”. As fraudes,portanto,estariam  nas forças psicológicas que induzem o voto e na própria apuração eletrônica,previamente planejada. Qualquer um sabe que a eletrônica permite esses “manuseios”.

 
01/09/14 - PARA ONDE VAMOS? Imprimir E-mail
Notícias - Diversos

Cel Cav Flávio Acauan Souto

Começou com a Venezuela. Pobre país! O tenente coronel Hugo Chavez, quando tudo indicava que pudesse surgir como um novo Peron, talvez um Vargas, preferiu trafegar na linha vermelha do bizarro socialismo bolivariano, como ele o batizou. Comprou briga com os norte-americanos, a quem chamou de carrascos imperialistas (ainda que não o incomodasse os carrascos continuarem comprando o seu petróleo) y otras cositas más. Completou essa magistral idiotice com outras cartadas de igual insanidade, como a submissão aos inadimplentes Fidel e seu irmão, inclusive com o aporte de farta mesada, o apoio às Farc, incluindo o governo da Colômbia no rol de seus inimigos, além da farta distribuição de petrodólares a Cuba, à Bolívia e a outros menos votados. Tudo por se achar obcecado pela implantação, inicialmente na área andina, da falácia comunista disfarçada sob o poncho de Simon Bolivar, a quem foi perturbar na tranquilidade de sua tumba. Não poderia ter sido outro o resultado: quebrou, literalmente, a pátria de El Libertador. Sua morte, fecho tragicômico da opereta caribenha de que foi protagonista, chorada por uns e aplaudida pelos demais, foi um grande serviço prestado ao povo de seu país... Alguém acredita que esse governo vagabundo do Maduro vai se sustentar em uma nação falida, em todos os sentidos? Sem dispor do pão e sem levar o mínimo jeito para o circo, no que o seu padrinho – agora virado em diáfano pajarito – era rematado mestre?

 
01/09/14 - Militantes de Marcel e Maria do Rosário batem boca na Redenção Imprimir E-mail
Notícias - Eleições

    

Local preferido de 10 entre 10 candidatos a qualquer cargo público no RS,a Redenção foi o cenário da primeira disputa eleitoral de forte caráter ideológico protagonizada neste domingo pela ex-ministra Maria do Rosário e pelo estreante Marcel Van Hatten. Rosári, PT, disputa novo mandato na Câmara e Marcel quer ser deputado estadual pelo PP.

. Está tudo gravado.

. Foram cenas de duro enfrentamento público, com direito a megafone, gritos dos dois lados e até ameaças físicas. O deputado Oliboni, PT, que acompanhava Rosário, que preferiu bater em retirada, apaziguou os ânimos dos dois lados.


. Eis a versão de Marcel, contada no seu Face:
Não me aguentei. Eu estava com minha família e amigos tomando chimarrão na Redenção e apresentando minhas propostas a quem passava quando vi Maria do Rosário fazendo campanha. Não me aguentei, mesmo! Disse algumas verdades para Maria do Rosário, defensora da bandidagem, que deu no pé ligeirinho. Na época de campanha aparecem, mas fogem quando são confrontados com a realidade – e deixam a militância para nos hostilizar e tentam nos impedir até mesmo de falar! Assista ao vídeo!
Mas não é só em praça pública que nos hostilizam. O PT e Maria do Rosário batem em nós TODOS os dias. Tomam nosso dinheiro por meio de impostos extorsivos para financiar um projeto totalitário e beneficiar seus aliados. Tiram sarro da cara do trabalhador, do cidadão de bem, tratam bandidos como se fossem coitadinhos, vítimas da sociedade. E ainda financiam, com o NOSSO dinheiro, ditaduras como a de Cuba. Chega! Não nos calaremos!

Postado por Polibio Braga
Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar no OrkutCompartilhar com o Pinterest

 

 

 
31/08/14 - "As Bolsas Plebiscito de Dilma e Marina", Imprimir E-mail
Notícias - Eleições

Elio Gaspari
O Globo – 31/08/2014 

Marina Silva merece todos os aplausos. Anunciou em seu programa o que pretende fazer se for eleita. Ela quer criar uma "democracia de alta intensidade". O que é isso, não se sabe. Lendo-a vê-se que, sob o guarda chuva de uma expressão bonita –"democracia direta"–, deseja uma nova ordem constitucional.Apontando mazelas do sistema eleitoral vigente, propõe outro, plebiscitário, com coisas assim: "Os instrumentos de participação –mecanismos de participação da democracia representativa, como plebiscitos e consultas populares, conselhos sociais ou de gestão de políticas públicas, orçamento democrático, conferências temáticas e de segmentos específicos– se destinam a melhorar a qualidade da democracia." 

 Marina parte da premissa de que "o atual modelo de democracia (está) em evidente crise". Falta provar que esteja em crise evidente uma democracia na qual elegeu-se senadora, foi ministra e, em poucas semanas, tornou-se virtual favorita numa eleição presidencial. Ela diz que nesse país em crise "a representação não se dá de forma equilibrada, excluindo grupos inteiros de cidadãos, como índigenas, negros, quilombolas e mulheres". Isso numa eleição que, hoje, as duas favoritas são mulheres, uma delas autodefinida como negra. 

 
31/08/14 - Recessão e outros problemas no palanque de Dilma Imprimir E-mail
Notícias - Eleições

EDITORIAL
O GLOBO - 31/08/2014
A retração da economia no primeiro semestre se torna mais grave quando se constata que, no segundo trimestre, houve grande queda nos investimentos

Se fosse possível, os responsáveis pelas campanhas de Dilma e Aécio eliminariam do calendário a semana que passou. Não teriam a má notícia da lépida subida de Marina Silva na última pesquisa do Ibope, confirmada na noite de sexta pelo Datafolha. E a presidente e candidata à reeleição, em particular, escaparia do dissabor de manchar a biografia com a primeira recessão da economia brasileira desde o último trimestre de 2008. A queda de 0,6% do PIB no segundo trimestre em relação ao primeiro — quando já houve uma retração de 0,2%, numa sequência que configura a recessão — consolida, por enquanto, a expectativa do mercado de que a economia não deve conseguir crescer sequer 1% este ano.

 
31/08/14 - Acende-se na escuridão do caos a lanterna da esperança! Repito! Imprimir E-mail
Notícias - Diversos

Gen Bda Paulo Chagas

Caros amigos

O caos, como já previam os mais atentos, nos deve livrar da onda socialista que assola a América Latina, desde a criação do Foro de São Paulo. Assim tem sido ao longo da história, a contar de 1917, quando a "revolução" implantou o comunismo na Rússia. Lá, a fome, a miséria e a escravidão chegaram logo, mas o caos só atingiu a todos, de forma insustentável, setenta anos após.

Os socialistas chegam enganando quase todo mundo e conquistam o poder, normalmente, de forma revolucionária, pela força das armas e da ilusão de uma massa de excluídos, e, eventualmente, pelo voto, principalmente, desse mesmo grupo de eleitores e de alguns oportunistas que se julgam espertos.

 
31/08/14 - MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL & ANISTIA Imprimir E-mail
Notícias - Anistia

 Por  A. C. Monteiro 

                        Já escrevi a respeito e procurei dar ampla divulgação sobre o assunto, mormente no que pertinente à atuação do Ministério Público Federal, na tentativa de revisar a Lei da Anistia, de forma a excluir os crimes de tortura pseudamente praticados pelos agentes do Estado e, com isso, responsabilizá-los civil e penalmente, sob o estapafúrdio e inaceitável argumento de que esses delitos são imprescritíveis, portanto, não acobertados pela lei em comento.

                        Alguns procuradores que se dizem donos da verdade, e que se julgam estarem acima da lei e até mesmo do Supremo Tribunal Federal, não atuam como verdadeiros “custos legis”. Preferem simplesmente pautarem-se como meros acusadores e, muitos dos quais se arvorando no direito de fazer às vezes dos magistrados, emitindo conceitos e pareceres conclusivos que somente a estes lhes são devidos.

 
30/08/14 - Proposta messiânica Imprimir E-mail
Notícias - Eleições

 Jonas Lezziero
 Desde a morte de Getulio Vargas a exatos 60 anos, o povo brasileiro está permanentemente a procura do messias, do reformador, do pretenso reformador social, aquele que irá num passe de mágica resolver todos os problemas e minorar o sofrimento da população, da massa ignara e sofrida que habita as periferias das grandes cidades  aos sertões deste enorme país.
Juscelino resolveu encarar o desafio, beneficiando-se da infraestrutura instalada no país por Vargas, ele implantou seu plano de metas e propiciou a arrancada para a industrialização, porém a inflação galopante corroeu os devidendos políticos obtidos por ele e na esteira da insatisfação popular surgiu Jânio Quadros, o primeiro messias, com um discurso populista e com propostas de impacto junto ao eleitorado elegeu-se presidente em 1960 com mais de 5 milhões de votos. Depois de ter cumprido uma carreira política meteórica, indo de vereador a presidente da República, sendo eleito deputado estadual, prefeito de São Paulo e governador do Estado, chegou ao Palácio do Planalto como o primeiro presidente empossado na nova capital Federal. Depois de pouco mais de 6 meses no cargo, renunciou ao mandato no dia 25 de agosto de 1961, lançando o país numa crise político-institucional gravíssima. Nos 6 meses em que esteve na presidência Jânio baixou decretos proibindo o uso de biquinis nas praias, proibiu a briga de galos, as realizações de corridas de cavalos no Jockey Club e também condecorou Che Guevara com a Ordem do Cruzeiro do Sul em Brasília. Assim terminou o mandato do primeiro messias, que não cumpriu nada do que prometera.

 
Mais Artigos...
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 1 de 534